Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

14/11/2018 - 17:18

Sao Luis: Céu Limpo, 29 °C

12ª FeLis oferecerá mais de 500 atividades; evento começa dia 16 de novembro

12ª FeLis oferecerá mais de 500 atividades; evento começa dia 16 de novembro

O universo literário da 12ª Feira do Livro de São Luís terá mais de 500 atividades gratuitas em 10 dias de programação, que contemplará todas as idades. O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias de cultura (Secult) e educação (Semed), com correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae). Com portais de entrada em formatos de livro, a ideia é que os visitantes possam imergir na leitura e no mundo do livro, de 16 a 25 de novembro, no Multicenter Sebrae, das 10h às 22h. A programação completa e outras informações podem ser conferidas no endereço www.feiradolivrodesaoluis.com.br.

O anúncio da 12ª edição do evento foi realizado na última semana pelo prefeito Edivaldo Holanda Jr. "A Feira do Livro de São Luís já é um patrimônio da nossa cidade e se transformou no maior espaço de estímulo à leitura e fomento à literatura do Maranhão. Será uma semana bastante intensa e repleta de atividades culturais que, além de incentivarem a leitura, valorizam nossos artistas e a nossa cultura. convidamos toda a população para participar desse grande momento literário", destaca o gestor municipal.

É esperado em torno de 150 mil visitantes, entre turistas e moradores locais, alcançando um volume de venda de livros em média de 2 milhões de reais, envolvimento de mais de 10 mil alunos da rede pública estadual e municipal e participação de caravanas espontâneas de 14 municípios do estado.

Este ano, o tema é "A Brasilidade na Cultura Contemporânea", tendo como patrono o maranhense Graça Aranha, escritor considerado um dos articuladores do movimento que renovou a literatura e a cultura brasileira: A Semana de Arte Moderna. Além disso, tem como homenageados os matemáticos Joaquim Gomes de Souza e João Antonio Coqueiro.

A programação conta com lançamentos de livros, palestras, rodas de conversa, mesa redonda e conferências, seminários, plenárias, sessões de cinema, bate-papo literário, workshop, oficinas e minicursos, intervenções artísticas, espetáculos teatrais, performances poéticas, contações de histórias, apresentações culturais, exposições e pocket shows.

A 12ª FeliS contará com a participação de 22 escritores nacionais: Fabrício Carpinejar (RJ); Geovani Martins (RJ); Lúcia Fidalgo (RJ); Roseana Murray (RJ); Eduardo Jardim (RJ); Ramon Nunes De Melo (RJ); Mary Del Priore (SP); Gaspar Záfrica Brasil (SP); Solange Muglia Wechsler (SP); Bruna Cândido (SP), Mário Rodrigues (PE); André Neves (PE); Alexandre Santos (PE), José Renato Ribeiro (PE), Luiz Percival Leme Britto (PA); Ivan Abreu Mendes (PA), Cacique Zeca (PA), Edgar Diniz (PB); Fernando Granato (PR); Wanda Machado (BA), Eduardo Ribeiro (BA) e Cátia Lindermann (PR).

"Nossa programação a cada ano está mais consolidada e grandiosa. Dividimos em mais de 20 espaços, com atividades acontecendo simultaneamente e que contemplam da criança ao idoso, com discussões riquíssimas sobre literatura, cultura, raça, acessibilidade e toda diversidade que nosso país tem. É um tema que nos permite um leque de aberturas, além de termos como patrono o Graça Aranha, por ocasião de 150 anos do seu nascimento", destacou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

Com 11.500m², os espaços serão divididos em Palco Principal, Palco FeliS, Auditório Graça Aranha, Auditório Punga dos Saberes, Auditório Casa do Professor, Café Literário, Casa do Escritor, Espaço da Juventude, Espaço Mulher, Espaço Oficinas Literárias, Espaço Criança Semed (Educação Infantil) e Espaço Criança Semed (Ensino Fundamental), Espaço Sesc de Leituras, Cine FeliS, Planetário, Carro Biblioteca, Exposições, 70 Estandes para comercialização de livros (livreiros), 4 Estandes de patrocinadores e 6 Estandes de parcerias institucionais.

Um das novidades deste ano é o Punga dos Saberes, auditório que terá programação com temas relacionados à cultura popular. O tradicional Café Literário receberá poetas, escritores, acadêmicos e intelectuais. No Cine FeliS serão exibidos curtas infantis e documentários. Já a Casa do Escritor é onde serão lançados cerca de seis livros por dia. A Casa do professor terá atividades voltadas para formação do educador. O Espaço da Juventude receberá programação diária com foco no público jovem. Na área de exposições, a Feira traz o melhor do artesanato local. Além disso, um Espaço de Alimentação com mais de 50 opções de Food Trucks.

O evento contará ainda com o apoio de monitores das áreas de letras, biblioteconomia, pedagogia, comunicação e arte, resultado da parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A 12ª FeliS é promovida pela Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias de cultura (Secult) e educação (Semed), correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae), conta com patrocínio da Vale e Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), apoio do Governo do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Associação dos Livreios do Maranhão (ALEM) e Potiguar.

"O Sesc é uma instituição de prestação de serviços e responsabilidade social em todo país, fomentando a difusão e valorização cultural. Na área da literatura é referência no estímulo e acessibilidade às práticas leitoras. No Maranhão, desde a década de 60, o Sesc realiza as feiras de livros infantis e ações de incentivo à leitura e a formação de leitores. Essa expertise conferiu à instituição o convite da Prefeitura de São Luís em 2005 para participar da Feira do Livro de São Luís (Felis) na condição de correalizador. A parceria já tem 12 anos com o compromisso de garantir o acesso ao livro e às narrativas literárias nos diversos gêneros, suportes e linguagens artísticas para promover encontros e reencontros entre escritores, leitores e mediadores da leitura", contou Rutineia Amaral Monteiro, diretora regional do Sesc no Maranhão.

Este ano, pela primeira vez, o Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae) é também correalizador do evento. "A feira do Livro traz em seu âmago a chama do empreendedorismo. Ao trazer autores bem sucedidos em diversas áreas, a FeliS mostra que, sim, é possível fazer da literatura uma forma de empreender, gerar renda e empregos. Vamos dar um empurrãozinho neste sentido porque estamos trazendo uma serie de ações que estimulam o empreendedorismo não apenas literário, mas na economia criativa como um todo. Enxergamos a FeliS como um espaço propício para disseminar conhecimento", disse o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

FEIRA DO LIVRO

Consolidada como o maior evento cultural e de fomento à leitura do Estado do Maranhão, a Feira do Livro de São Luís (FeliS), foi criada pela Lei Municipal nº 4.449, em 2005, tendo como conceito "Mirantes de São Luís: a leitura de mundo", foi concebida com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas em torno do livro e da mediação da leitura.

PATRONO

A 12ª FeliS tem como patrono Graça Aranha, escritor maranhense considerado um dos articuladores do movimento que renovou a literatura e a cultura brasileira, repensando identidades e a busca por referências estéticas que fossem próprias do Brasil: a Semana de Arte Moderna. É dele a conferência de abertura do movimento cultural realizado no Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, intitulada: "A emoção estética na arte moderna". Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras (ABL) e autor do romance "Canaã", sua principal obra, além de ser efeméride pelos seus 150 anos de nascimento neste ano de 2018.

Além do patrono, a FeliS irá prestar homenagens especiais aos, também maranhenses, Joaquim Gomes de Souza, o Souzinha e, João Antonio Coqueiro, o Coqueiro, ambos matemáticos de destaque nacional.

Com informações da prefeitura de São Luís.





 

Enquete

Você é a favor do Uber ou outros aplicativos de transporte em São Luís?:

E-mail:

greg