Se seu navegador não suportar JavaScript. Algumas funcionalidades não serão exibidas, estamos trabalhando para disponibilizar mais breve possível as funcionalidades sem javascript.

suaCidade

São Luís

20/05/2019 - 00:16

Sao Luis: Algumas Nuvens, 27 °C

Gripe: vacinação alcança mais de 50% dos grupos prioritários no MA

Gripe: vacinação alcança mais de 50% dos grupos prioritários no MA

O Governo do Maranhão alerta que a vacinação contra gripe vai até o dia 31 de maio. No estado, 54,02% do público-alvo se vacinou contra gripe. Até o momento, puérperas e gestantes registraram, respectivamente, 69,94% e 59,73% da cobertura vacinal.

“A campanha nacional de vacinação contra influenza no Maranhão já vacinou 1.013.274 pessoas, mas ainda faltam 864.129. Portanto, todos os que fazem parte dos grupos prioritários, e que ainda não receberam a vacina, devem procurar a Unidade Básica de Saúde portando a caderneta de vacinação e o cartão do SUS”, alertou a chefe do Departamento de Doenças Imunopreveníveis da Secretaria de Estado de Saúde, Helena Almeida.

Segundo o balanço parcial, a população indígena registrou 80,23% da cobertura vacinal no estado. Os idosos alcançaram 56,59% da meta e o grupo das crianças registrou 53,49% da cobertura.   Os trabalhadores da saúde registraram 50,83% e o grupo de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais 50,05%. Já professores de escolas públicas e privadas 49,55%, funcionários do sistema prisional 21,39% e a população privada de liberdade 16,91%.

Vacina

A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe, incluindo o vírus tipo H1N1, H3N2 e B. A campanha de vacinação contra gripe tem como grupos prioritários gestantes, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional, além do efetivo de policiais civis e militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Para vacinação, a população dos grupos prioritários deverá apresentar documento de identificação e carteira de vacinação.





Enquete

Você é a favor da Reforma da Previdência?:

 

E-mail:

greg